A Administração Municipal traz a Telêmaco Borba uma das grandes estrelas musicais da atualidade, Maria Gadú, para abrilhantar o Show Solidário de Páscoa, intitulado “Quem Sabe isso quer Dizer Amor”.

A apresentação será no dia 04 de abril, às 20 horas, no Centro Cultural Eloah Martins Quadrado (Casa da Cultura), no Teatro Maestro Sirinho.

O ingresso solidário será 5 kg de arroz ou 3 kg de feijão, sendo que a troca dos alimentos pelo ingresso será no dia 1º de abril, sábado, das 8h às 17h, no Hall de entrada da Casa da Cultura. Os alimentos adquiridos serão destinados às ações sociais no município.

O ESPETÁCULO “QUEM SABE ISSO QUER DIZER AMOR”

Maria Gadú reverencia a Música Popular Brasileira e se revela multi-instrumentista no projeto "Quem Sabe Isso Quer Dizer Amor” Artista apresenta regravações de nomes como Marisa Monte, Caetano Veloso, Gonzaguinha e Rita Lee, e executa todos os instrumentos gravados nas canções, em atuação inédita em sua carreira.

“Reverência à arte, à solidão, às novas experiências, ao novo, ao velho, ao eterno. Nesse projeto, homenageio, me arriscando em novas falanges da musicalidade, artistas que acompanham minha alma há muitos anos. Me arrisquei a executar instrumentos que nunca havia tocado antes, em canções que me provocam e embalam meu coração. Uma reverência solitária a toda essa esfera. Dedico especialmente este musical aos meus alicerces: Marisa Monte e Milton Nascimento.” Maria Gadú.

Celebrando o marco de seus mais de 20 anos de carreira, o projeto apresenta regravações de canções brasileiras que marcaram a vida da cantora, homenageando grandes nomes da MPB, como Caetano Veloso, Gonzaguinha, Marisa Monte, Rita Lee e Renato Russo, além de três faixas internacionais - em inglês, espanhol e italiano.

São ao todo 12 faixas produzidas por Gadú, nas quais ela interpreta e toca todos os instrumentos das canções, comprovando sua versatilidade e pluralidade tanto como intérprete quanto como musicista.

CARREIRA DE MARIA GADÚ –  Fonte - www.purepeople.com.br

Maria Gadú é o nome artístico de Myara Corrêa Aygadoux, nascida em 4 de dezembro de 1986, em São Paulo. Cantora e compositora brasileira que ficou conhecida nacionalmente quando a música "Shimbalaiê" fez parte da trilha sonora da telenovela "Viver a vida", em 2009.

Ainda criança, Maria Gadú já brincava de ser cantora. Fazia gravações em fitas, tocava violão e, aos 13 anos, começou a fazer shows em bares e festas de família. Quando chegou ao Rio de Janeiro, em 2009, se apresentou em bares da Barra da Tijuca e da Zona Sul.

Logo depois, chamou a atenção de grandes nomes da música, como Milton Nascimento. No mesmo ano, com apenas 22 anos de idade, gravou sem primeiro álbum e fez uma temporada de divulgação do trabalho no "Cinemathèque", em Botafogo.

Foi um sucesso atrás do outro. Depois de "Maysa" e de "Viver a vida" – a canção "Shimbalaiê" foi composta quando a cantora tinha 10 anos -, uma regravação de "A história de Lilly Braun" entrou na trilha da minissérie "Cinquentinha", de Aguinaldo Silva.

Em 2010, participou do show do cantor sueco-americano Eagle-Eye Cherry, na Via Funchal, em São Paulo. No mesmo ano, participou do CD e do DVD da cantora Ana Carolina, do álbum da Xuxa e ainda recebeu duas indicações ao Grammy.

O segundo álbum, lançado em 2011, conta com a participação de Lenine e do cantor português Marco Rodrigues. Ainda em 2011, o canal Multishow lançou o CD e DVD ao vivo "Maria Gadú e Caetano Veloso", resultado da turnê que o renomado artista brasileiro fez ao lado da jovem cantora e compositora.

Maria Gadú também fez regravações elogiadas de clássicos do rock e da MPB, como "Rapte-me camaleoa", de Caetano Veloso, e "Quase sem querer", do Legião Urbana, música do filme "Desenrola" (2011).

Em 2013, lançou o álbum de compliação "Nós"; dois anos mais tarde, "Guelã"; e em 2016, o DVD "Guelã Ao Vivo". Entre 2010 e 2016 gravou três álbuns de vídeo. Em 2019, levou sua turnê para a Europa e integrou a turnê de Milton Nascimento, "Clube da Esquina".

Outras músicas da artista embalaram a trilha sonora de "Cordel Encantado" ("Bela Flor"), "Cheias de Charme" ("Estranho Natural"), "Flor do Caribe" ("Em Paz), "Império" ("Meu Rio") e "Segundo Sol" ("Baianidade Nagô") só para citar algumas.

A cantora acumula 5 indicações ao Grammy Latino entre 2010 e 2015, além de ter vencido os prêmios Multishow (2010) e da Música Brasileira (2017).

Faça seu comentário!

Transparência

Ouvidoria

PNAB

Vacinômetro

Agenda Vacinas

 

 

 

Ação Organização

Checklist Dengue

Boletim COVID-19

Boletim da Dengue em Telêmaco Borba