A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realiza no domingo (16) mais um dia de vacinação contra a Covid-19 e também a Influenza (gripe). A imunização ocorrerá no Centro de Especialidades (CESPE), das 09 às 16 horas.

Da vacina contra a Covid-19 será feita a primeira dose para as pessoas com 12 anos ou mais e segunda dose da AstraZeneca para quem tomou a vacina com a primeira dose até 21 de novembro, primeira dose da Pfizer até dia 27 de dezembro e da CoronaVac para pessoas que foram vacinadas até 23 de dezembro.

A segunda dose da Janssen (dose de reforço) para as pessoas vacinadas com a dose inicial até o dia 16 de novembro (enquanto houver doses disponíveis).

As terceiras doses para as pessoas com 18 anos ou mais vacinados com a segunda dose de Pfizer, AstraZeneca e CoronaVac até o dia 18 de setembro. A terceira dose para os imunossuprimidos vacinados com a segunda dose da Pfizer, AstraZeneca e CoronaVac até 20 de dezembro.

GRIPE

No domingo também será feita a vacinação contra a Gripe, para aqueles que não foram imunizados na campanha de 2021. A SMS informa que para a Influenza não precisa de revacinação e que as vacinas contra a Gripe e Covid-19 podem ser aplicadas no mesmo dia.

EPIDEMIA

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, anunciou na quarta-feira (12) que o Paraná está em estado de epidemia da gripe Influenza. O aumento no número de casos diários de H3N2 (um tipo do vírus Influenza A) e óbitos em decorrência da doença, levou a esta decisão.

A medida é necessária considerando a transmissão comunitária da doença e a presença do vírus em 144 municípios do Estado. Agora, 832 casos – sendo 805 residentes no Paraná e 27 de fora do Estado – e 12 mortes estão confirmadas. Os dados foram coletados até esta terça-feira (11) por meio do Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL).

Antes mesmo do Governo Estadual ter declarado epidemia, a SMS já havia alertado sobre as precauções contra a H3N2, e inclusive vem incentivando a vacinação contra a Gripe, além de medidas de precaução como:

- Frequente higienização das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento. No caso de não haver disponibilidade de água e sabão, usar álcool gel a 70%;

- Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

- Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;

- Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

- Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

- Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

- Manter os ambientes bem ventilados;

- Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de Síndrome Gripal;

- Evitar sair de casa em período de transmissão da doença;

- Evitar aglomerações e ambientes fechados (procurar manter os ambientes ventilados);

- Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos;

- Orientar o afastamento temporário (trabalho, escola etc.) até 24 horas após cessar os sintomas.

SINTOMAS

A SMS alerta que as pessoas devem buscar atendimento médico na UPA em caso de sinais e sintomas compatíveis com a doença, tais como: aparecimento súbito de: calafrios, mal-estar, cefaleia, mialgia, dor de garganta, artralgia, prostração, rinorreia e tosse seca. Podem ainda estar presentes: diarreia, vômito, fadiga, rouquidão e hiperemia conjuntival.

DOCUMENTOS

Para receber a vacina é obrigatório apresentar documento pessoal com foto, CPF, cartão SUS e Cartão de Vacinas. É necessário que o adolescente esteja acompanhado de um responsável.

No caso da Covid-19, os imunossuprimidos, além de levar os documentos, também é obrigatório apresentar a comprovação da imunossupressão (ver lista a seguir).

IMUNOSSUPRESSÃO

São consideradas doenças imunossupressoras:

-  Imunodeficiência primária grave.

- Quimioterapia para câncer

- Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras.

- Pessoas vivendo com HIV/Aids com CD4

- Uso de corticóides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias.

- Uso de drogas modificadoras da resposta imune.

- Pacientes em hemodiálise.

- Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).

DROGAS IMUNOSSUPRESSORAS

Tabela de drogas modificadoras da resposta imune e doses consideradas imunossupressoras:

-  Metotrexato

-  Leflunomida

- Micofenolato de mofetila

- Azatiprina

- Ciclofosfamida

- Ciclosporina

- Tacrolimus

- Mercaptopurina

- Biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, Canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, Secukinumabe, ustekinumabe)

- Inibidores da JAK (Tofacitinibe, baracitinibe e Upadacitinibe)

Faça seu comentário!

Ação Organização

Vacinômetro

Agenda Vacinas

 

 

Boletim COVID-19