Uma parceria entre Klabin, Prefeitura Municipal de Telêmaco Borba e Secretaria de Estado da Cultura do Paraná incentivará a realização de projetos de pesquisa para a valorização e preservação cultural do Cemitério de Harmonia. Construído na década de 1940, o local teve seu último sepultamento realizado em 1990. Hoje, abriga cerca de 4 mil restos mortais de pessoas que habitaram a região na época de construção da Unidade Monte Alegre, sendo parte importante da história de Telêmaco Borba.

 Entre outras melhorias, a Klabin, que já realiza a manutenção periódica do espaço, fará investimentos para recuperar a Capela Mortuária existente no local respeitando as características arquitetônicas originais, trabalho que vai contar com o apoio técnico da Coordenação do Patrimônio Cultural da Secretaria do Estado da Cultura.

Uma comissão de familiares de pessoas sepultadas no Cemitério, integrada, entre outros, pelo jornalista e historiador Ulisses Iarochinski, ajudará na busca por parcerias com instituições de ensino da região para a realização de projetos culturais e de preservação do patrimônio que valorizem a importância histórica e cultural do espaço.

 “Faz parte da Política de Sustentabilidade da Klabin contribuir com o desenvolvimento das comunidades onde temos operações, e uma das formas de alcançarmos este objetivo é oferecendo apoio para a realização de projetos que ajudem a preservar a história da nossa região”, afirma Maria de Lourdes Araújo, Gerente de Facilities da Klabin.

O Cemitério de Harmonia fica na PR-160, s/nº (a 4,5 km após a rotatória de Harmonia) e permanece aberto às quintas-feiras e sábados, das 9h às 15h. Informações: (42) 3271-5365.

MPPR e Klabin firmam termo de compromisso para preservação do Cemitério Harmonia

A 4ª Promotoria de Justiça de Telêmaco Borba, nos Campos Gerais, e a empresa Klabin assinaram termo de ajustamento de conduta com o objetivo de preservar o Cemitério Harmonia, localizado em área particular da empresa. A Klabin estava providenciando a desativação e a transferência do cemitério, que tem importância histórica. O último sepultamento no local foi realizado em 1990.

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) emitiu parecer favorável à preservação do espaço, assim como a Coordenação do Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura do Paraná, que concluiu, em informação técnica elaborada a pedido do Ministério Público, que o “Cemitério Harmonia possui características muito próprias que ressaltam seu caráter histórico-cultural, integrando o patrimônio tangível e intangível e o paisagístico-cultural”. Segundo o órgão, “justifica-se, portanto, que o poder público, o setor privado e a própria comunidade à qual pertence o bem em questão proporcionem o seu resguardo e sua proteção como forma de valorização da memória coletiva, por intermédio da educação patrimonial, da difusão de informações, do incentivo aos aspectos científicos, do conhecimento histórico-cultural, como testemunho e respeito às gerações passadas e, primordialmente, às gerações futuras.”

Em reunião realizada com representantes da empresa e do MPPR, contando ainda com a presença do presidente da Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa do Paraná, do secretário de Cultura de Telêmaco Borba, de representantes da Coordenação do Patrimônio Histórico do Paraná e pessoas da comunidade local, foram acertadas as cláusulas do termo de compromisso, assinado na terça-feira, 14 de novembro.

A manutenção do cemitério será feita em gestão compartilhada, com participação da comunidade, do poder público e da Klabin. O projeto de preservação contará ainda com a realização de pesquisas e projetos a serem implementados pela Coordenação do Patrimônio Histórico a Secretaria de Cultura do Paraná, com o apoio da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Fontes- Assessoria de Imprensa – Klabin

Assessoria de Comunicação - Ministério Público do Paraná

Foto – Anilton Preto

 

Faça seu comentário!

Prefeitura de Telemaco Borba