Um grande show, muita emoção e homenagens marcaram a reinauguração do Teatro Sírio de Castro Ribas Junior, o Maestro Sirinho, na noite de quarta-feira (15). Aproximadamente 750 pessoas acompanharam a cerimônia e o show com Nando Reis.

A plateia se emocionou, aplaudiu e cantou junto com Nando Reis grandes sucesso da sua carreira solo, do Titãs, das suas parcerias com Cassia Eller Samuel Rosa e versões de cantores e bandas consagradas como Roberto Carlos, Roupa Nova, Arnaldo Antunes, Clube da Esquina, entre outros.

HOMENAGEM

O irmão de Sirinho, Lúcio de Castro Ribas, representou a família na homenagem e falou sobre a marcante carreira do irmão. “O palco está vazio, apagam a luzes, fecham as cortinas, mas isso não aconteceu. Os músicos não morrem, ficam sempre o reconhecimento dos acordes vivos em nossos corações. Neste palco já teve música, dança, teatro, formatura, posses de prefeitos, e quis hoje que homenageasse o Sirinho, um homem que foi tão importante para a Cultura do nosso município”, declarou, citando o currículo e os feitos do maestro pela cultura da cidade. Lúcio também fez também um agradecimento especial ao prefeito, Dr. Márcio e a equipe da Prefeitura pela homenagem.

Dr. Márcio estava bastante feliz e emocionado com a inauguração e fez menção ao homenageado. “Era um homem que sonhava com Telêmaco Borba, que com a música fez nossa cidade crescer e merece muitas homenagens, que merece nosso abraço onde quer que esteja”, declarou.

O prefeito também citou as grandes obras que o município vem recebendo. “Eu peço que vocês observem a nossa cidade, que estamos construindo coisas com muito carinho. Que nos ajudem a cuidar, a fiscalizar para que tenhamos a cidade que queremos”, afirmou.

A vice-prefeita, Rita Mara de Paula Araújo, relembrou dos relevantes feitos de Sirinho pela arte e a música na cidade. “Essa é uma homenagem para sempre recordarmos da sua alegria”, afirmou. Ela também citou os importantes eventos que o teatro recebeu antes da revitalização e se mostrou orgulhosa em entregar mais essa obra. “No camarim o Nando Reis nos contou que ficou impressionado com o teatro”, confidenciou.

O presidente da Câmara Municipal, Hamilton Aparecido Machado, exaltou o trabalho dos vereadores que sempre tem sido parceiros da Administração Municipal e fez menção ao homenageado. “Hoje esse palco deixa de ser o palco da Casa da Cultura e passa a ser o palco Maestro Sirinho. Ele que fez história como maestro e músico. Parabéns a quem propôs a homenagem e à família do homenageado”, enalteceu.

O secretário municipal de Cultura, Esporte e Recreação, Fabrício Flores, se mostrou orgulhoso pela inauguração da revitalização do teatro. “Fico muito contente de estar participando de tudo que está acontecendo. Em Telêmaco Borba é assim, uma nova cidade a cada dia”, comentou, aproveitando para agradecer ao ex-secretário, Carlos Roberto Ramos (Carlão), que iniciou as reformas do teatro.

O ex-secretário de Cultura, Esporte e Recreação comentou de quando iniciou a reforma, que contou com especialistas para fazer um belo teatro. “Nós buscamos as melhores opiniões para termos hoje esse teatro. Quero agradecer ao Dr. Márcio que nos deu essas condições, para termos hoje um teatro voltado para os grandes espetáculos. Eu também quero externar a minha satisfação em homenagear o Sirinho, que trabalhou comigo e colaborou para o que está acontecendo hoje”, finalizou.

MAESTRO SIRINHO

Sírio de Castro Ribas Junior, o Maestro Sirinho. Filho de Sírio de Castro Ribas e Lenir de Castro Ribas, ele nasceu em 23 de novembro de 1965, em Telêmaco Borba.

Viveu e cresceu em Telêmaco Borba tendo estudado nos Colégios Leopoldo Mercer, Presidente Vargas, Manoel Ribas e Wolff Klabin. Onde descobriu a sua paixão pela música. Tanto que aos 15 anos compôs o Hino a Monte Alegre.

Sirinho cursou a Faculdade de Educação Musical, que depois se passou a denominar Faculdade de Artes do Paraná e também a Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Além disso fez Especialização em Choro e Regência Coral e Orquestral e Pós Graduação: Escuela Profesional de Música Avanzada, em Bueno Aires, na Argentina.

Também fez os cursos de Iniciação ao Piano, com a Professora Elizete Bona; Piano Clássico, na Escola Rosa Mística de Curitiba e Violão, com o Mestre Baden Powell, na Oficina de Música de Curitiba.

Sirinho tem um longo histórico musical, com participação na Banda de Música de Telêmaco Borba, no grupo “Os novos Anjos do Inferno”, participou da Banda de Música da Força Aérea Brasileira, no Cindacta II, em Curitiba.

Na prefeitura foi fundador do Coral Adulto e Infantil e criador dos cursos de violão e flauta doce da Casa da Cultura no ano de 1989. Chefe de Seção da Cultura Popular e chefe da Divisão de Cultura, no primeiro mandato do prefeito, Dr. Márcio Matos.

Sirinho também participou do Conjunto Tropico’s Band; Banda de baile “Beppi e seus Solistas”; Curityba Dixie, Banda de Jazz; Orquestra Sinfônica Juvenil de Curitiba, Banda de Música Alemã “Bavarium Park; Grupo Nacional do Choro Curitiba e o Grupo de Samba e Choro “Sirinho & Cia”. Ele foi o autor dos Hinos do Mixto Bordô e do Telêmaco Esporte Clube.

Além da música, Sirinho também se formou em Direito pela Universidade do Oeste Paulista, além dos cursos de Eletricista Instalador, Química e Desenho Mecânico, ambos pelo SENAI, além do curso de Registrador Imobiliário, Pessoas Naturais e Jurídicas.

No ramo Jurídico Sirinho atuou como Escrevente Juramentado do Cartório Eleitoral de Telêmaco Borba; Oficial Substituto do Registro Civil de Pessoas Naturais; Oficial Substituto do Registro de Títulos e Documentos; Oficial Substituto do Registro de Imóveis e Conciliador do Juizado Especial Cível.

 

Faça seu comentário!

Ação Organização

Vacinômetro

Agenda Vacinas

Boletim COVID-19