Uma operação conjunta entre as Polícias Civil e Militar deflagraram na madrugada de sexta-feira (27) a operação 4X4 que visa desarticular e prender uma quadrilha acusada de homicídios, roubo de caminhonetes e outros veículos e também de estabelecimentos comerciais como lotéricas, postos de combustível e mercados.

A operação vinha sendo trabalhada a um ano e culminou com o final hoje, com 15 prisões realizadas até o final da manhã. Ao todo foram realizados 42 mandados judiciais, sendo 19 de prisão e outros 23 de busca e apreensão. “Nós prendemos 15 integrantes, drogas, revólveres, uma escopeta de calibre 12 e munições. Saldo que consideramos bastante positivo”, afirmou o delegado Amarantino Ribeiro, que comandou a operação.

A Operação 4X4 reuniu aproximadamente 100 policiais e um helicóptero do Batalhão de Operações Aéreas. Foram feitas prisões e apreensões no Residencial Atlântico, no Rio Alegre, na Vila Rosa e em bairros em torno do Aeroporto.

O tenente-coronel Luiz Francisco Serra, comandante do 26º Batalhão da PM, destacou que a quadrilha não só agia em Telêmaco Borba, como nas cidades da região como Tibagi, Curiúva, Ortigueira e Reserva. “Nós tivemos uma troca de tiros em Reserva, onde dois bandidos morreram, porém um policial foi baleado na perna”, contou.

Dr. Ribeiro também comentou que muitas mortes em Telêmaco Borba tinham relação com a quadrilha. “Dos 22 homicídios em Telêmaco Borba neste ano, 16 tinham relação com essa quadrilha, principalmente as mortes acontecidas no primeiro quadrimestre do ano”, informou.

Com a desarticulação e as prisões realizadas, de acordo com o delegado, a tendência que a tranquilidade volta para Telêmaco Borba. “Com isso nós queremos mostrar que o estado está trabalhando para garantir a segurança da população. E com isso o povo pode ficar mais tranquilo, pois os envolvidos serão punidos”, comentou.

INÍCIO

A operação iniciou há um ano, em setembro de 2018, onde identificaram o modo que a quadrilha atuava roubando caminhonetes e vendendo para receptadores por valores entre R$ 10 mil e R$ 20 mil. “Esses valores eram pagos em dinheiro, mas principalmente drogas e armas, que financiavam outros crimes na cidade”, explicou o delegado.

 O comandante do 26º BPM explicou que foram realizadas 31 prisões relacionadas a essa quadrilha durante esse período de um ano. “Nós já tínhamos realizados 16 prisões antes de hoje. Também é bom explicar que temos 36 envolvidos, desse total, 12 são adolescentes”, contou o tenente-coronel Serra. Inclusive foi desarticulada uma facção criminosa, que estava surgindo na cidade com o nome de “Gangster da Vila Rosa”.

Dr. Ribeiro explicou também que nesse ano, os dois líderes da quadrilha foram presos. Luan Ferreira Pedroso Moreira, 21 anos, foi preso em Guarapuava em 22 de janeiro deste ano. O outro líder, Alison Augusto Andrade Lopes (25 anos), fugiu para Santa Catarina e foi preso na cidade de Otacílio Costa, em 30 de abril. “Com essa desarticulação cessaram os homicídios com relação à essa quadrilha. No primeiro quadrimestre tivemos 16 mortes, no segundo 06, sendo que nenhuma com relação à quadrilha”, destacou.

PREFEITURA

Em entrevista coletiva, realizada na 18ª SDP na manhã de sexta-feira, tanto o delegado, como o comandante do 26º BPM agradeceram o apoio que a Prefeitura vem dando para a segurança pública na cidade.

“Telêmaco Borba está investindo num disque-denúncia eletrônico, exclusivo para a cidade, onde o denunciante não será identificado. Isso é algo novo, e mostra que o Executivo tem nos respaldado muito, principalmente me tecnologia, o que nos garante sucesso em operações, como a de hoje”, comentou o delegado, Dr. Ribeiro, alegando também que a Prefeitura dá oportunidade de manter os policiais que vem de fora na cidade.

O tenente-coronel Serra disse que Prefeitura colabora em 100% com a PM. “Esse sistema de vídeo-monitoramento terá um grande impacto para coibirmos delitos. É uma ferramenta que nos permitirá monitorar pontos importantes da cidade. Além disso teremos a comunicação toda digital, o que impede que nossa comunicação seja interceptada, pois é toda criptografada e nos permitirá surpreender os criminosos”, destacou, agradecendo também ao apoio dado para manter as viaturas das polícias Militar e Civil.

O comandante do 26º BPM aproveitou para elogiar a revitalização e iluminação das praças. “É um local onde a família vai e tem lugar para se divertir. Nós da PM damos o apoio e as pessoas de bem podem ter o seu lazer tranquilamente”, elogiou.

Sobre a Guarda Patrimonial, o delegado foi enfático. “São viaturas que estão transitando e nos ajudando, cuidando da cidade. É algo que vem para o bem e nos ajuda. Hoje mesmo realizamos um atendimento de madrugada, que nos foi informado pela Guarda Patrimonial. É algo que contribui para nossa segurança”, ressaltou Dr. Ribeiro.

 

 

Faça seu comentário!

Ação Organização

Vacinômetro

Agenda Vacinas

Boletim COVID-19