A Secretaria Municipal de Saúde promove no dia 18 de novembro (sábado), Dia D de Combate à Dengue, a ação denominada “Todos no Combate”.

A programação será dividas em duas etapas. A primeira na parte da manhã, a partir das 9 horas, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) serão desenvolvidas atividades de orientação na prevenção e no combate ao mosquisto transmissor da dengue pelos agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias através de panfletagem e entrega de material de orientação nas residências pela equipe de saúde da unidade e voluntários que estão aderindo ao trabalho.

E no período da tarde, a partir das 13 horas haverão atividades para crianças e adultos na Praça Dr. Horácio Klabin, em frente à Prefeitura, com a presença do Projeto Brincar.

Dia D – Dengue 

De acordo com a Lei nº 12.235/10, foi instituído como Dia Nacional de Combate à Dengue o penúltimo sábado do mês de novembro, com o objetivo de mobilizar iniciativas do poder público e a participação da população para a realização de ações destinadas no combate ao vetor da doença.

 Levando em consideração o aumento no número de casos de Dengue em alguns municípios do Estado do Paraná e a busca por formas efetivas de ações pedagógicas   conscientizadoras   no   ambiente   escolar, faz-se   necessário desenvolver atividades e  ações  educativas  que  atendam  às  necessidades preventivas  de  controle  do  mosquito  transmissor  da dengue  e  que  atendam  à legislação vigente.

 É importante destacar que a dengue é uma virose e o tratamento só se efetiva quando diagnosticada a tempo.

 O   mosquito   se   reproduz   rapidamente, podendo infectar   um   elevado número   de   pessoas,   fazendo   com   que   ocorra   uma   epidemia   ou   até   a ocorrência de mortes. Isso ocorre em condições favoráveis, como por exemplo, nos meses que antecedem o verão. 

Nesse sentido,  é  fundamental  que  a população tenha consciência de que uma das medidas primordiais consiste em evitar  a  água  parada  que  permite  a  proliferação  de focos  ou  criadouros  do mosquito.

PREVENÇÃO

Prevenir é a melhor forma de evitar a dengue, zika e chikungunya. A maior parte dos focos do mosquito está nos domicílios, assim as medidas preventivas envolvem o nosso quintal e também os dos vizinhos. É simples e rápido combater o Aedes aegypti, siga essas dicas:

Garrafas PET e de vidro: As garrafas devem ser embaladas e descartadas corretamente na lixeira, em local coberto ou de boca para baixo.

 

Lajes: Não deixe água acumular nas lajes. Mantenha-as sempre secas.

 

Ralos: Tampe os ralos com telas ou mantenha-os vedados, principalmente os que estão fora de uso.

Vasos sanitários: Deixe a tampa sempre fechada ou vede com plástico.

Piscinas: Mantenha a piscina sempre limpa. Use cloro para tratar a água e o filtro periodicamente.

Coletor de água da geladeira e ar-condicionado: Atrás da geladeira existe um coletor de água. Lave-o uma vez por semana, assim como as bandejas do ar-condicionado.

Calhas: Limpe e nivele. Mantenha-as sempre sem folhas e materiais que possam impedir a passagem da água.

Cacos de vidros nos muros: Vede com cimento ou quebre todos os cacos que possam acumular água.

Baldes e vasos de plantas vazios: Guarde-os em local coberto, com a boca para baixo.

Plantas que acumulam água: Evite ter bromélias e outras plantas que acumulam água, ou retire semanalmente a água das folhas.

Suporte de garrafão de água mineral: Lave-o sempre quando fizer a troca. Mantenha vedado quando não estiver em uso.

Falhas nos rebocos: Conserte e nivele toda imperfeição em pisos e locais que possam acumular água.

Caixas de água, cisternas e poços: Mantenha-os fechados e vedados. Tampe com tela aqueles que não têm tampa própria.

Tonéis e depósitos de água: Mantenha-os vedados. Os que não têm tampa devem ser escovados e cobertos com tela.

Objetos que acumulam água: Coloque num saco plástico, feche bem e jogue corretamente no lixo.

Vasilhas para animais: Os potes com água para animais devem ser muito bem lavados com água corrente e sabão no mínimo duas vezes por semana.

Pratinhos de vasos de plantas: Mantenha-os limpos e coloque areia até a borda.

Objetos d’água decorativos: Mantenha-os sempre limpos com água tratada com cloro ou encha-os com areia. Crie peixes, pois eles se alimentam das larvas do mosquito.

Lixo, entulho e pneus velhos: Entulho e lixo devem ser descartados corretamente. Guarde os pneus em local coberto ou faça furos para não acumular água.

Lixeira dentro e fora de casa: Mantenha a lixeira tampada e protegida da chuva. Feche bem o saco plástico.

Realize semanalmente um “checlist” em sua casa, procurando agua parada e eliminando possíveis criadouros.

Fonte - Secretaria de Estado do Saúde (SESA)

 

 

 

 

Faça seu comentário!

Ação Organização

Vacinômetro

Agenda Vacinas

 

Boletim COVID-19