O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) de 2012, mais uma vez, coloca Telêmaco Borba em destaque. Na região dos Campos Gerais o desenvolvimento do município é o segundo melhor, sendo que na posição estadual é 53º e a nacional é 698º.
 
Em 2011, a posição nacional estava em 1068º e a estadual em 125º. O melhor desempenho de Telêmaco Borba foi em 2010, o município ficou com a 7ª posição no Paraná e no ranking nacional conquistou a 148ª posição.
Criado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), para acompanhar a evolução socioeconômica dos 5.565 municípios brasileiros, o IFDM considera três áreas de desenvolvimento - Emprego & Renda, Educação e Saúde - e utiliza-se de estatísticas oficiais divulgadas pelos Ministérios do Trabalho, Educação e Saúde.

Na Educação, Telêmaco Borba está com o índice 0, 7874, na Saúde alcançou 0, 8532 e Emprego e Renda 0, 6395. Os índices de Educação e Saúde são considerados de alto desenvolvimento colocando o município em situação privilegiada em relação aos demais da região.

De acordo com o estudo, nesse período, a participação de municípios na faixa moderada subiu de 30,1% (1.655 municípios) para 61% (3.391 municípios). No mesmo período, também caiu a presença de cidades na categoria de baixo desenvolvimento: de 18,2% (1.005 municípios) em 2000 para 0,3% (seis municípios). Embora continue pequeno, o número de cidades com patamar de alto desenvolvimento registrou crescimento expressivo. Passou de 19 cidades em 2000 para 328 cidades em 2010.

O estudo começou em 2008, comparando os anos de 2005 e 2000, e permite determinar com precisão se a melhora ocorrida em determinado município foi decorrente de medidas políticas ou apenas reflexo da queda de outro município. O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) para classificar o nível de cada localidade em quatro categorias: baixo (de 0 a 0,4), regular (0,4001 a 0,6), moderado (de 0,6001 a 0,8) e alto (0,8001 a 1) desenvolvimento.

Região Sul

Na última década a região Sul se consolidou como a mais desenvolvida do Brasil. Praticamente todos os municípios (96,6%, 1.119 cidades) evoluíram no período. Em 2010, 97,2% dos municípios (1.126) foram classificados com desenvolvimento de moderado a alto, enquanto esse percentual era de 55,1% (638 municípios) em 2000.

 

Faça seu comentário!

Ação Organização

Vacinômetro

Agenda Vacinas

Boletim COVID-19