O Retoma-TB, é um programa que busca meios de amenizar os impactos da Pandemia da Covid na economia local, realizado pela Prefeitura de Telêmaco Borba.

Constitui no estudo de ações que envolvem desde a capacitação até a criação de políticas públicas para fomentar o desenvolvimento local. O programa vem sendo desenvolvido desde outubro e que as ações sejam executadas até dezembro deste ano.

Assim, empresários de micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais de Telêmaco Borba, participaram da pesquisa ‘Impactos Econômicos da Covid-19’. O levantamento auxiliou na elaboração do Plano de Retomada Econômica de Telêmaco Borba, o Retoma TB.

 A pesquisa teve a coordenação da Secretaria Municipal do Trabalho e Indústria com o envolvimento do Sebrae/PR, Associação Comercial e Empresarial de Telêmaco Borba (Acitel), Unicesumar e Sindicato das Indústrias de Serrarias, Carpintarias, Tanoarias, Madeiras Compensadas e Laminadas, Aglomerados e Chapas de Fibras de Madeira e Marcenaria de Telêmaco Borba (Sindimatel).

Conforme o consultor do Sebrae/PR, Emerson Ribeiro Lourenço, o Retoma TB conta com uma força-tarefa para elaborar as ações estratégicas para a retomada econômica, com base nas informações coletadas. “A ideia é pensarmos ações efetivas que gerem impacto em um curto espaço de tempo na economia local, tanto para o órgão público, quanto para as empresas, no que diz respeito ao ambiente de negócios”, explica Emerson.

“A iniciativa é importante para Telêmaco Borba e para o setor empresarial, que precisa de apoio diante da crise. Os efeitos da pandemia ainda vão se prolongar por algum tempo e precisamos pensar ações para reerguer a economia do Munícipio”, frisa Lourenção.

O chefe da Divisão de Desenvolvimento Econômico, da Prefeitura de Telêmaco Borba, Josemir Zanetti, diz que: o objetivo, com o Retoma TB, é buscar meios para amenizar o impacto da crise, que ainda não temos a sua real dimensão, em especial nos pequenos negócios que tiveram que paralisar suas atividades temporariamente. “Queremos identificar novas possibilidades, com ações de impacto, em um curto espaço de tempo”, reforça.

O secretário executivo da Acitel, Ardson Lellis Costa e Silva, ressalta a importância de se preocupar com o futuro da cidade. “É de extrema importância identificar formas de reaquecer o mercado local e saber onde devemos apostar. A pesquisa nos dará um norte e nos ajudará a identificar, de forma mais assertiva, quais decisões devem ser tomadas”, comenta. 

A visão é compartilhada pelo gestor da Unicesumar e CEO da Castelo Forte Treinamentos a Distância, Jean Mazer.  “Os dados compilados darão as diretrizes para a retomada econômica em Telêmaco. O diferencial do Retoma TB é que serão medidas rápidas”, afirma.        

Dois aspectos chamaram a atenção com a aplicação da pesquisa, a necessidade de acesso a crédito pelo pequeno empreendedor, e ainda uma maior integração entre os empresários locais, onde identificou que apenas 10% dos materiais e insumos são comprados no comércio local, ou seja, 90% dos fornecedores dos empresários locais são de fora de Telêmaco.

 A primeira ação ocorreu no último dia 17, com uma rodada de oportunidades virtual, onde empresários puderam apresentar seus produtos e serviços, outras rodadas ainda irão ocorrer buscando alavancar essa integração.

 A segunda ação irá ocorrer no próximo dia 24, com um LIVE DE CRÉDITO, quer será realizado pelo Youtube e Facebook da ACITEL, onde qualquer pessoa poderá participar.

 O objetivo desta live e apresentar algumas linhas de créditos existentes, para o pequeno empresário, ou mesmo o empreendedor informal.

A live contará com a participação da Ardson Lelis da ACITEL, Emerson Lourenço d e Suellem Pavanello do SEBRAE e Josemir Zanetti da Secretaria Municipal do Trabalho e Indústria.

 

 

 

 

Faça seu comentário!

Ação Organização

Vacinômetro

Agenda Vacinas

 

Boletim COVID-19