Saúde, Educação e Obras são os setores com maior investimento de recursos

A Administração Municipal de Telêmaco Borba e a Secretaria Municipal de Finanças promoveram duas audiências públicas no dia 28 de setembro (sexta-feira) no plenário da Câmara Municipal.

A primeira tratou sobre a avaliação do cumprimento das metas fiscais, referente ao 2° quadrimestre de 2018; e a outra a respeito da Lei de Orçamentária Anual (LOA) 2019.

As audiências foram apresentadas pelo secretário municipal de Finanças, Celso Elli Burakovski.

Segundo ele, objetivo demonstrar e avaliar o cumprimento das metas fiscais do

2º Quadrimestre de 2018, conforme previsto no § 4º do art.º 9, da Lei Complementar nº. 101, de 04 de maio de 2000 – Lei de Responsabilidade Fiscal.

A receita no quadrimestre chegou a R$ 79,1 milhões, enquanto que a despesa foi de R$ 71,1 milhões, resultando em um superávit de R$ 8 milhões aproximadamente.

As despesas no período foram de R$ 41,6 milhões com pessoal e encargos, 24,8 milhões com outras despesas correntes, 3,6 milhões em investimentos, 841 mil para amortização da dívida e 233 mil para pagamento de juros e encargos da dívida.

As metas fiscais para o ano de 2018, a receita realizada é de R$ 161,2 milhões e a despesa de R$ 149,5 milhões, perfazendo um superávit de R$ 11,7 milhões.

Os órgãos municipais que concentraram o maior número de recursos foram pela ordem: Saúde com R$ 34,6 milhões, Educação com R$ 32,5 milhões e Obras com R$ 27,5 milhões.

Participaram da audiência pública os vereadores Cesinha Marcondes, Toto Soares, Anézio Pelanca, Elis Saldivar, Renato Bahena, Maquinho Almeida, além de assessores de vereadores, Marcelo Corrêa (representeou o vereador Maurício de Castro), Arnaldo Bueno da Contadoria Municipal e representantes da comunidade.

Quadro de Valores aplicados em cada órgão até o mês de agosto de 2018:

Faça seu comentário!

Prefeitura de Telemaco Borba