Em tempos de pandemia da Covid-19, a APAE – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais também necessitou se adaptar as necessidades e dar atendimento aos seus 198 alunos matriculados.

De acordo com a coordenadora pedagógica da instituição, professora Silvana Aparecida de Lima, estão sendo encaminhadas, desde o dia 6 de abril, atividades educativas por meio de vídeos pelo WhatsApp orientando pais, avós ou responsáveis de que maneira proceder.

No áudio é explicado o momento que está sendo vivido pela sociedade brasileira, em parte do mundo, quanto ao isolamento social, com o fechamento temporário das escolas, respeitando o decreto baixado pelo governo e as orientações das autoridades sanitárias sobre medidas a serem adotadas na prevenção do coronavírus.

Foram então criados grupos no WhatsApp para que as famílias recebam as atividades pedagógicas que serão trabalhadas com os filhos.

“Através destes grupos as professoras estarão enviando atividades, orientações, para serem realizadas com as crianças. Está sendo feito isso para elas não perderem o vínculo com a aprendizagem. E quando retornarem ao atendimento convencional na escola não tenham a sensação de que perderam tudo”, explica a coordenadora.

Silvana pede a colaboração dos pais ou responsáveis para darem uma resposta aos professores, que após realizarem as atividades, ao auxiliarem na execução das tarefas, possam filmar ou tirar fotos, e enviar para os educadores.

As atividades estão sendo postas nos grupos durante a semana pelos professores que atendem as turmas no horário que eles estudam, de manhã ou à tarde. Durante a transmissão é importante que a criança esteja na frente do celular e possa observar o que a professora está passando. Poderá interagir enviando áudio fazendo perguntas, ou tirando as dúvidas.

Esse material das atividades deverá ser enviado e divulgado exclusivamente para a APAE, não devendo ser reproduzido em outros grupos de WhatsApp, Facebook ou Instagram.

“Será um atendimento diferenciado, mas atenderá o conteúdo programado e no horário em que os filhos estudam”, reforça Silvana.

Os alunos das escolas estaduais já estão fazendo suas atividades e tarefas todas on-line através da TV, celular e/ou do computador.  “Nós da APAE não ficamos de fora. Por isso, estamos encaminhando essas ações via celular e esperamos alcançar o máximo de alunos possíveis”, finaliza a coordenadora pedagógica da entidade, Silvana.

Ao final, a recomendação é para que as crianças permaneçam em casa, lavem sempre às mãos com água e sabão, façam se possível a higienização com álcool em gel.

Foto – Professora Karla Neves ministrando aula e sendo filmada para depois reproduzir o conteúdo no grupo de pais de alunos da APAE.

Faça seu comentário!