A Administração Municipal, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, realizou adesão a Campanha de Sensibilização contra a violência à pessoa idosa – “Junho Violeta” a qual foi proposta pelo Núcleo de Assistência Social, Jurídica e de Estudos sobre a Pessoa Idosa - NASJEPI (projeto de extensão) da UEPG, em parceria com o Escritório Regional de Ponta Grossa da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho – SEJUF/PR.

 A Campanha será realizada no período de 15 a 30 de junho de 2022 e possui como objetivo principal sensibilizar toda a sociedade sobre a campanha “Junho Violeta”, mês de mobilização da sociedade para a proteção das pessoas com 60 anos de idade ou mais e reforçar a importância do cuidado da família e de toda sociedade com os idosos, bem como da importância em denunciar os casos de violência nos canais de denúncia, ressaltando que data de 15 de junho é o Dia Internacional de Combate à Violência contra a Pessoa Idosa

Para tanto, no período da campanha serão realizadas algumas ações pela Administração Municipal, tais como: 

-        Distribuição de banner’s da campanha em pontos centrais do município, (Praça da Família, CREAS, Câmara Municipal de Vereadores e SMAS, com iluminação na cor violeta);

-        Divulgação da campanha junto a sessão da Câmara Municipal de Vereadores do dia 13/06/2022;

-        Publicação de matéria sobre a campanha no site oficial da PMTB e divulgação nas redes sociais;

-        Participação do Município no VII Colóquio sobre violência contra a pessoa idosa, que ocorrerá no dia 27/06/2022 na cidade de Ponta Grossa;

-        Divulgação da campanha e orientação sobre os canais de denúncia nas unidades de rádio municipal;

-        Discussão do tema junto aos serviços dos CRAS (Centros de Referência de Assistência Social) e do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social).

A data de 15 de junho foi criada em 2006 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa (INPES) com o objetivo de sensibilizar a sociedade para o combate das diversas formas de violência cometida contra a pessoa idosa. O objetivo da campanha é despertar a sociedade como um todo no processo de sensibilização para coibir, diminuir e amenizar o sofrimento da pessoa idosa contra a violência que essa população vem sofrendo, em especial neste período.

De acordo com Cleverson Silva dos Santos, Secretário Municipal de Assistência Social, as campanhas e ações alusivas as demandas que sofrem violações de direitos devem ser aderidas e organizadas de forma a sensibilizar e prevenir a violência. A violência contra a pessoa idosa é um problema bastante sério em nosso país e consequentemente em nosso município e o objetivo com a adesão da Campanha “Junho Violeta”, é realmente desenvolver ações que venham a diminuir e superar a violação de tal condição, bem como valorizar a pessoa idosa.

 De acordo o Estatuto do Idoso é compromisso de toda população a preservação da saúde física e mental, intelectual, espiritual e social ao público da terceira idade, assim como a proteção integral e prevenção de qualquer tipo de violência.

Em nosso município o CREAS conta com o serviço PAEFI - Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos, que faz o acompanhamento de pessoas ou famílias que vivenciam situações de vulnerabilidade, ameaça ou violações de direitos. Segundo a equipe, atualmente o CREAS realiza o acompanhamento de 21 casos referentes a alguma violação contra a pessoa idosa.

         A violência física, por exemplo, é o ato de ferir ou causar lesão no idoso. O abandono é a omissão de familiares responsáveis pelo cuidado, sendo um agravante a privação de medicamentos ou descuido de higiene. O abuso financeiro é o ato de usufruir dos bens da pessoa idosa sem que ela tenha autorizado. A violência psicológica seria qualquer forma de desprezo, preconceito e discriminação, incluindo agressão verbal - explica a Coordenadora do CREAS Samuel Klabin, Bruna Luana Souza Javorski.

Bruna acrescenta ainda que a melhor forma de proteção é o respeito e o cuidado com os idosos, e toda população necessita se empenhar na proteção deste público, inclusive denunciando casos de violências, quando acontecer.

Sendo assim, é obrigação de toda sociedade comunicar qualquer caso de suspeita e constatação de violência contra a pessoa idosa, como o abandono, o abuso financeiro, violência física e psicológica também ou qualquer situação que coloque o idoso em risco.

O CREAS é um serviço da Secretaria Municipal de Assistência Social e funciona na Avenida Presidente Kennedy, 923, Centro, próximo à Igreja Matriz. O telefone de contato é (42) 3904-1497.

Ao presenciar uma cena de violência a pessoa idosa: DENUNCIE!

Ligue: 100, 156 ou 0800 141 0001.

Faça seu comentário!

Ação Organização

Vacinômetro

Agenda Vacinas

 

Boletim COVID-19