Os alunos do Contraturno Socioeducativo visitaram uma comunidade indígena de Ortigueira Adolescentes. A atividade teve o objetivo o resgate da história e o aprofundamento de conhecimentos de nossas raízes.
As discussões e as reflexões foram iniciadas na data em que se comemora o Dia do Índio (19 de abril). A relação estabelecida atualmente entre brancos e índios, as atividades desenvolvidas foram apresentadas pelos alunos que encerraram a atividade com a visita e passeio na Aldeia Indígena Queimadas em Ortigueira. A Aldeia é composta de 400 pessoas da etnia caingangue.

Os caingangues fazem parte da família linguística Jê e correspondem a quase 50% de todos os povos que falam essa língua.

Os alunos puderam acompanhar o funcionamento da Escola Estadual Indígena Cacique Crispim Gy Mu e a cultura e os costumes da etnia caingangue.
"O passeio foi muito proveitoso, pois pudemos unir a teoria e a prática, além de mostrar aos alunos a diversidade cultural brasileira e a importância da cultura indígena na formação do País", destacou a pedagoga do programa Luciandréa Camargo.

 

Faça seu comentário!

Transparência

Ouvidoria

Vacinômetro

Agenda Vacinas

 

 

 

Ação Organização

Checklist Dengue

Boletim COVID-19

Boletim da Dengue em Telêmaco Borba